quarta-feira, 27 de julho de 2011

Varg Virkernes: Se pronunciando sobre atentados na Noruega


NOTA IMPORTANTE: Esta é uma tradução de texto publicado no site oficial do Burzum, redigido pelo próprio Varg Vikernes. Varg é um assassino confesso, defensor da supremacia branca e possivelmente um incendiador de igrejas. O texto foi traduzido em sua totalidade, e não expressa a opinião do tradutor, nem do Brigada Headbanger, nem de nenhum outro senão a do próprio autor, Varg Vikernes.


Guerra na Europa: Parte I - Cui bono?*
Muitos argumentam que o Sr. Breivik estivesse, na verdade, executando ordens do Mossad, a fim de retaliar o governo marxista pró-palestina da Noruega; no entanto, acima de tudo, criou-se uma causa dissimulada para os desinformados de "extrema-direita" aderirem, ou seja: ele estava fazendo aquilo que se conhece como operação de falsa-bandeira*.
Seu manifesto é extenso, cerca de 1.500 páginas, e muito meticuloso tanto nos escritos quanto nas ações. Há alguns fatos que não fazem sentido para mim. Como ele pode listar todos os problemas causados por diferentes judeus na nossa história sem ao menos citar o nome de um deles com uma singela palavra no seu manifesto? Ele ataca os sintomas da doença sob a qual a Europa está sofrendo, mas não as causas dessa doença.
Além disso, ele é um maçom, o que certamente não faz qualquer sentido. A maçonaria é o judaísmo internacional em sua pior manifestação; eles igualmente trabalham pela desconstrução da unidade de todas as nações da Terra, e assim construir um templo hebreu global, escravizando-nos todos pelos desígnios dos judeus e seus servos, os maçons. Bem, isso explica o porquê dele não dizer uma palavra sequer sobre os criadores de todas as religiões e ideologias que agora brigam entre si.
Ele também é um cristão. Bem, ainda que isso tenha um sentido aparente, por que será agora faria sentido de fato? Os judeus criaram o Cristianismo como uma religião para os gentios seguirem, assim eles também se tornariam adoradores de seu falso "Deus" dos hebreus, de tal forma que os pagãos europeus que haviam resistido se tornassem seus servos e um poderoso instrumento para a judiaria. Sabe-se que os judeus também criaram o Islã - ou ao menos se aproveitaram do momento de seu surgimento, não se sabe ao certo - mas sabemos que eles sempre encorajaram o conflito entre essas duas religiões (e ainda o fazem). Quando os cristão se tornam fortes os judeus apóiam os muçulmanos para enfraquecê-los. Por sua vez, quando são os islamitas demasiado fortes, os judeus apóiam os cristãos para enfraquecê-los. Eles também dão suporte a ambos os lados, quando estes estão pujantes, e assim o fazem muitas vezes em segredo. Então os cristãos matam os muçulmanos, e vice-versa, enquanto os judeus riem disso tudo nos bastidores, beneficiando-se de todo o cenário.
Ou o Sr. Breivik caiu diretamente em uma armadilha deles, como já aconteceu com tantos outros cristãos no passado e ainda acontece, ou ele conscientemente trabalhou para eles, também como muitos cristãos já fizeram e ainda o fazem. Os cristãos e muçulmanos - meus caros - são apenas soldados "buchas-de-canhão" para os judeus em sua missão de nos subjugar sob o seu domínio.
O que o Sr. Breivik disse tem muito de verdade, com uma "pequena" exceção que não fora dita: ele não nos disse que os judeus estão na origem de todos os problemas apontados, os quais foram criados por eles mesmos para nos lesar. Tudo que temos de fazer para transformar esse ato de violência a nosso favor é deixar isso claro para todos: os judeus criaram o marxismo, o feminismo, a cristandade (preciso lhes dizer que Jesus e no mínimo Paulo/Sauro eram ambos judeus?), a dita "psicanálise", o banqueirismo ("empréstimo de dinheiro"), o movimento hippie e todas as outras ideologias e movimentos direcionados a destruir ou desmantelar a unidade das nações européias. Por detrás de cada um desses vetores é possível identificar um judeu (ou às vezes um maçom)!
Como pôde esquecer desses "meros detalhes", Sr. Breivik?
Trabalhando para os judeus - não é, Sr. Breivik - a fim de unir todos os europeus de extrema-direita sob a sua falsa-bandeira? Para se certificar de que o foco no inimigo judaico da Europa seja deslocado para outra coisa? Ou talvez você sequer soubesse que fosse utilizado por ardilosos judeus?
Agora não apenas cristãos matam muçulmanos, e vice-versa. Posso supor então que tanto os extremistas de direita como os de esquerda devem se matar reciprocamente? É este o plano? Você fez isso mesmo para recrutar extremistas de direita para lutar em favor dos judeus?
Quem lucra com isso? Israel, sem dúvidas! Os judeu certamente! Nenhum de nossos ataques será dirigido a eles, para quem de direito deveriam. Ao invés disso estaremos lutando uns contra os outros, enquanto eles atuam nos bastidores, longe dos holofotes e lucrando com o nosso sofrimento; desapercebidamente reforçando as correntes de nossa escravidão.
A propósito: verdadeiros nacionalistas não matam seus compatriotas, mesmo que alguém tente lhes fazer lavagem cerebral, como o fez a AUF (Nota: movimento direcionado para a juventude marxista da Noruega). Esses jovens não eram (ainda) radicais marxistas; eles eram apenas crianças.
Escrito em Bergen, 24 de julho de 2011.
* Cui bono? = Para benefício de quem?

Por - @Lucca_Heavy
Nota - Sim Varg e Existem Repitilianos, Nova Ordem Mundial e Conspirações Judaícas de Dominação Mundial . Acho que alguem esqueceu o Gardenal.

Marcadores:

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial