domingo, 10 de julho de 2011

RESENHA - Alestorm - Back Trought Time

Aew negada ! começando agora a resenha sobre o play BACK TROUGHT TIME, da banda de Folk/Pirate Metal escocesa ALESTORM. Lançado em Junho, é uma boa pedida pra quem curte o estilo.


É uma banda relativamente nova, formada em 2004 , lançou seu primeiro play, Captain Morgan's Revenge, em 2008, seguido pelo excelente Black Sails At Midnight em 2009. Os mais novos piratas do metal retornam com um ótimo disco, com mais peso, umas pegadas do Death Metal moderno misturados com o Folk ... uma mistura muito bem feita! 
Os caras novamente vem com uma tematica bem típica, batalhas épicas, bebedeiras , pilhagens e saques, putaria e tudo que os piratas tem de melhor!




O disco já começa com a música título, "Back Trought Time", anunciando um retorno no tempo e um encontro inesperado com os vikings, que dominavam terras e mar, no que isso pode dar? confronto na certa e uma boa música, com muito peso, uma batera bem trabalhada e teclados marcantes, certamente uma das melhores do disco.

 Logo após vem "Shipwrecked", contando a história de um marujo que acaba preso numa ilha depois que o navio em que estava se choca contra um recife, a música lembra bastante dos dois outros discos da banda, bem mais leve e com o teclado em evidência. Passa longe de ser uma das melhores do disco, porém, tem um refrão chiclete, daqueles que passa dias na sua cabeça! 

"The Sunk'n Norwegian" fala sobre uma taverna que se chama O Norueguês Naufragado, onde se pode encontrar todos os tipos de criminosos, prostitudas e claro, beber até cair! Um pedal duplo muito bem encaixado, o teclado muito bom como sempre, porém, nessa música é perceptivel a evolução da banda. A música é realmente muito boa, feita pra beber e cantar ! "ONE MORE DRINK!"

"Midget Saw" é uma música típica dos caras, nada de novo nela, lembra muito a Keelhauled do CD anterior... a música fala sobre o códio dos piratas e as consequencias de quebrá-lo. 

"Buckfast Powersmash" é uma música curta, pouco mais de dois minutos e meio, começa bem calma e fica bem lapada nos refrões! muito boa música , bem diferente do que o Alestorm costuma fazer!

logo em seguida vem "RUM", bem ... preciso dizer mais alguma coisa ? música legal, instrumental bem trabalhado, mas assim como "Midget Saw", só seguiu a formula.

"Swashbuckled" tem uma pegada bem típica do folk, mas é uma música foda, uma das melhores do CD, fala de um pirata contando as histórias de do capitão Crashride e do Almirante Nobeard.

"RUMPELKOMBO" ... sem mais !

 "Barretts Privateers" é uma ótima música, contagiante por sinal ... com uma história bem longa, fala dos Corsários de Barretts. Da guitarra sai um riff muito bom de ouvir e o teclado acompanha frenéticamente toda a música.

" Death Throes Of The Terrorsquid" é a maior música do CD, com quase oito minutos, tem uma pegada bem Power/Thrash ... com muito pedal duplo, uma guitarra nervosa e o vocal marcante de sempre, em uma parte da música temos o Death Metal em evidência, um pedal duplo nervoso, um vocal gultural e um teclado sombrio. A música fala pela busca interminavel dos piratas pelo LEVIATHAN, que já foi retratada em outras músicas.

Teóricamente o play acabaria agora, mas ainda tem duas músicas extras, sendo elas : I Am a Cider Drink e You Are a Pirate.

"I Am A Cider Drinker" é mais uma música de bebedeira e cachorrada ... tem uma referência CLARA da música tema do PIRATA POPEYE. É uma muito divertida e boa de escutar, realmente nota 10! 

"I am a cider drinker
It soothes all me troubles away
Ooh aargh ooh argh aay
Ooh aargh ooh argh aay " 


"You Are A Pirate" fala da essência dos piratas e para mim é definitivamente a melhor música desse CD.


Resumo: O CD é realmente muito bom, mas ainda assim não superou o Black Sails At Midnight. Nota 8.

Espero que tenham gostado e que possam ouvir este CD tão foda!  



Por: Carlos_Noise~ 

Marcadores: , ,

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial